A influência dos artistas na moda

É fato que os artistas – celebridades – são fortíssimos formadores de opinião, seja por suas atitudes, seus costumes, discursos e o modo de se vestir. Percebemos que principalmente os cantores têm forte influência na moda das ruas.

Dentro do chamado novo sertanejo, que continua sendo o estilo de música predominante no Brasil, há uma classe de profissionais que acaba por ditar as tendências que irão dominar, são os consultores de imagem. Alguns desses profissionais têm feito um mix de marcas vindas desde a Europa e EUA até confecções menores de São Paulo.

A consultora de imagem Maris Tavares começou nessa área quando a Talismã Music, do amigo e cantor sertanejo Leonardo, a convidou para criar o visual de Cristiano Araújo. Maris já trabalhou com Lucas Lucco, o “mais vaidoso” da nova leva e cuida do guarda-roupa da paranaense Naiara Azevedo que começou com três shorts e quatro camisetas” e hoje tem dois closets cheios de peças das estilistas Gloria Coelho e Helo Rocha.

Lucas Lucco e Mateus Verdelho posando com as peças da Pargan

A bota de bico fino deu lugar ao coturno, o cinto de maxifivela ao simplificado e o chapéu country foi trocado pelo do tipo fedora. Tatuagens, tênis e jeans estonados compõem o visual dos mais jovens.

Li Camargo, um dos “stylists” mais requisitados do país, é mentor do visual moderninho de Luan Santana, da fase “rock and roll” de Lucas Lucco e das sobreposições de Henrique, da dupla Henrique & Juliano.

Camargo afirma que um dos desafios do seu trabalho é conciliar as trocas de figurino com as agendas lotadas dos sertanejos que nunca repetem roupa. “Uma calça ou outra até vai, mas camiseta e camisa nunca aparecem duas vezes. O Pablo, cantor baiano de arrocha, só repete os paletós sob medida da Dolce & Gabbana.”

Camila Motoryn, que forma com Gabriela Grinman uma das duplas de figurinistas de maior sucesso do meio artístico cita as etiquetas Bio Two e Pargan como nomes orgulhosos do público conquistado.

Em menor proporção, na região do Vale do Paraíba – São Paulo, artistas como o DJ Kävik, os cantores sertanejos João Guedes, Pedro Henrique, a dupla Leo Shmidt e Daniel entre outros músicos até de outros estilos, vêm difundindo as tendências moderníssimas da Pargan sob as dicas preciosas dos consultores de moda Chris Albieri (Calvin Klein) e Tatiana Jenicer (Tatiana Je).

No Vale do Paraíba-SP: João Guedes, DJ Kävik, Charlie Sanches, Pedro Henrique, Gustavo Freitas e a dupla Leo Shmidt e Daniel também usando Pargan.

Dolce & Gabbana, os jeans da Diesel e as camisetas Armani Exchange foram citados pelos profissionais como sonhos de consumo dos artistas. Os mais abastados também têm queda por Gucci.

Do Brasil, a Ricardo Almeida é das poucas grifes do segmento “premium” a entender o potencial sertanejo. A Ricardo Almeida, conta Camila, cortou 30 metros de tecido europeu para o cantor Daniel vestir no programa “The Voice Brasil” da Globo. Michel Teló adota o mesmo processo de customização do corte sob medida.

No Vale do Paraíba a marca Pargan pode ser encontrada na Tatiana Je@tatianaje.moda, a Diesel na Casa01 – Colinas Shopping e a Ricardo Almeida na ConceptEX – Centervale Shopping.

Fonte: Matéria da Folha Ilustrada por Pedro Diniz e depoimentos dos Consultores

Inauguração da Casa01 no Colinas Shopping

Confira o que rolou na inauguração da mais nova multimarcas fashion de São José dos Campos, a Casa01, no Colinas Shopping.

A loja traz marcas consagradas do mercado da moda no Brasil como Diesel, Carmim, John John entre outras. As melhores opções de marcas reunidas em um só lugar.

Só gente bonita e roupas deslumbrantes… Confira as fotos e não deixe de conhecer pessoalmente esse luxo.

« 1 de 4 »

Harmonização de cervejas especiais Baden Baden

Dando continuidade às dicas de harmonização com algumas das cervejas especias da Baden Baden, trazemos mais sugestões de pratos deliciosos para você apreciar sua cerveja preferida. Confira…

baden baden

 

WITBIER

É a versão belga das cervejas de trigo, com características visuais muito semelhantes às cervejas de trigo alemãs, mas com características olfativas e gustativas muito diferentes. É um estilo de 400 anos que desapareceu do mercado nos anos 50, mas que foi ressuscitada pelas mão do lendário cervejeiro Pierre Celis. Produzidas com a adição de coentro e cascas de laranja.

Cerveja leve e refrescante, muito frutada, bem carbonatada e de espuma densa e persistente. Perfeita para aliviar a picância de pratos apimentados, devido a alta presença de gás carbônico. Levemente ácida, com notas bem marcantes de sementes de coentro e cascas de laranja. Combina com frutos do mar, com molhos cítricos e a base de frutas.

baden-witbier

Uma boa dica é um suculento Pato com Laranja.

 

GOLDEN

Cerveja de coloração clara, de palha a ouro, espuma de consistência média a baixa. Aroma com notas suaves de malte e notas lupuladas suaves. Uma cerveja refrescante, de baixo corpo e baixo amargor.

Cerveja suave, refrescante, com aromas bem frutados e baixo amargor. Harmoniza com pratos leves, molhos frutados e sabores suaves e delicados. Devido aos baixos amargor e teor alcoólico, evite pratos muito gordurosos ou pesados. Experimente harmonizar com sobremesas à base de frutas e surpreenda-se.

baden-golden

Uma ótima dica de harmonização é um delicioso Strudel.

 

CRISTAL

Pouco a nenhum aroma de malte, embora possa ter aroma de cereais, doce. Aroma de lúpulo pode variar de nenhum a leve, apimentado ou floral. Amargor muito baixo.

Cerveja leve e refrescante, com notas maltadas e baixo amargor, que harmonizam bem com pratos leves, picantes ou não, de baixa intensidade de sabor e gordura. A refrescância proveniente da carbonatação e do lúpulo ajudam a aliviar a picância dos pratos mais apimentados. A baixa intensidade de sabor harmoniza bem com pratos também de baixa intensidade.

baden-cristal

Um Quiche Lorraine é perfeito para harmonizar.

 

Confira nossas dicas de harmonização de outras cervejas em nosso post anterior
Baden Baden, à procura da cerveja perfeita

Esperamos que você possa saborear todas as nossas sugestões com estas cervejas mais do que especiais. Mas sempre com moderação.

Baden Baden, à procura da cerveja perfeita.

Em 1999, na cidade de Campos do Jordão, São Paulo surgia a microcervejaria Baden Baden a partir do sonho de quatro amigos que buscavam produzir uma cerveja diferenciada.

Em 2004 a Baden Baden foi considerada a primeira cerveja gourmet do Brasil por diversos chefs renomados e nos anos seguintes vieram as premiações. Foram 14 entre eventos nacionais e internacionais como o European Beer Star.

Cervejatia Baden Baden

Mais do que apreciar uma cerveja preparada com ingredientes altamente selecionados, Baden Baden é uma experiência única de harmonização.

Selecionamos algumas cervejas da Baden Baden descrevendo-as e dando dicas de harmonização com pratos deliciosos. Confira…

 

BOCK 

Cerveja de teor alcoólico moderadamente alto, com a presença de sabores tostados e de chocolate, além de um dulçor residual. Tem características que a tornam versátil para harmonização, podendo combinar bem tanto com sobremesas a base de chocolate quanto com carnes assadas e grelhados.

baden-bock

Uma ótima dica de prato que harmoniza muito bem com esta cerveja é o Filé mignon ao molho gorgonzola.

 

RED ALE

Trata-se de uma cerveja que não deve ser harmonizada com pratos leves. Prefira pratos de sabores marcantes, notas tostadas, similares aos seus maltes. A presença de um alto teor alcoólico torna-a adequada para o consumo com pratos gordurosos. O amargor ajuda a tornar a experiência mais limpa, já que o mesmo, juntamente com a carbonatação, tem a função de limpar o palato.

baden-redale

A dica de prato que harmoniza bem é uma bela Feijoada ou um Cassoulet, pratos com molhos pesados e mais gordurosos.

 

WEISS

Cerveja leve, frutada e bastante refrescante. A alta carbonatação permite uma excelente combinação com pratos picantes, pois suaviza esta característica do prato. Notas frutadas de banana e cravo em seu aroma, bem como o gosto levemente ácido, permitem combiná-la com pratos de molhos ácidos e frutados.

baden-weiss

Uma dica de prato que combina muito bem é uma suculenta Moqueca ou até um Coelho na mostarda.

 

Muito em breve postaremos outros tipos de cerveja com as dicas de harmonização. Fique de olho!

Ah!!! Beba com moderação e lembre-se de que é proibida a venda para menores de 18 anos.

Flatforms – Dividindo opiniões.

A primeira pergunta que surge é: Afinal, o que é uma flatform?

flat01

Em inglês, o termo flat significa reto, plano e isso é justamente o que o sapato tem de mais característico, a plataforma bem estruturada e quadrada. Seu aspecto divide opiniões.

A origem das flatforms remonta aos chamados chopines criados por volta do século 15, muito populares entre as mulheres venezianas. Eram usados pelas mulheres que queriam parecer mais altas, chegavam medir até 20 cm.

No The Costume Institute do Metropolitan Museum of Art, em Nova York, os chopine, têm uma mostra só deles.
No The Costume Institute do Metropolitan Museum of Art, em Nova York, os chopine, têm uma mostra só deles.

Grandes grifes como Prada e Chanel decidiram ousar e trazer às passarelas esse calçado cercados de polêmica, tendência que chegou com tudo aqui no Brasil onde já havia sido bem popular há uns bons anos atrás.

Sua aceitação divide opiniões porque a maioria das mulheres brasileiras prefere privilegiar o lado sexy quando se trata de moda e esse estilo tem uma pegada mais descolada.

flat02

Como usar?
Apesar de ser bem conceitual, as flatforms podem ser adaptada aos looks do dia a dia, mas é preciso ter personalidade e atitude para usá-las.

É importante lembrar que na prática, nem todos os ambientes contam com um dress code tão versátil que permita o uso da flatform. Por isso, caso você esteja pensando em investir no calçado tenha em mente a ocasião em que pretende usá-lo. Reserve a plataforma para aqueles dias sem qualquer compromisso de trabalho, que você possa ser mais ousada.

flat04

Para não errar na produção a dica é buscar referências no visual das especialistas em moda, assim você pode garantir uns pontinhos extras no quesito fashionismo do seu outfit.

 

Por Letícia Pacheco
Consultora de Moda
www.blogurban.com.br

Circuito No Estilo – Raiz da Villa

Estreando o novo quadro Circuito No Estilo, apresentamos o Ateliê Gastronômico Raiz da Villa localizado na Vila Betânia em São José dos Campos.

O Raiz da Villa é um Ateliê Gastronômico que serve alimentação saudável, natural, livre de glúten ou lactose e utiliza ingredientes orgânicos produzidos por eles mesmos, garantindo assim a procedência e qualidade de seus produtos.

Confira:

O Ateliê Gastronômico Raiz da Villa fica na
Al. José Alves de Siqueira Filho, 162
Vila Betânia – São José dos Campos – SP

Telefone:
(12) 99165-0665whatsapp-logo-icone-pq
(12) 3911-6833

Facebook
www.facebook.com/raizdavilla

Fe Seabra Detox e Ayurveda: Um novo conceito de alimentação no Vale do Paraíba.

A Gastronomia pode ser uma grande aliada da qualidade de vida: o prazer do ato de comer com saúde tem sido o foco da carreira da Chef Fernanda Seabra, graduada em Gastronomia pela Kendall College Chicago e especialista em Ayurveda – a Medicina Tradicional Indiana – que propõe uma alimentação natural, livre de conservantes, aromatizantes, açúcar em excesso e toxinas. A partir do dia 20/07/2016 a linha de alimentação saudável FE SEABRA DETOX começará a ser entregue em São José dos Campos e cidades vizinhas mediante encomenda. Os produtos funcionais como leites vegetais e pastas veganas; pães e bolos sem glúten e sem lactose, serão feitos de forma artesanal atendendo aos dogmas da alimentação ayurvédica.

Bolo com frosting de Cream Cheese Vegano: um dos produtos mais celebrados da linha
Bolo com frosting de Cream Cheese Vegano: um dos produtos mais celebrados da linha

Além de produtos funcionais, a linha conta com pratos gourmet vendidos em porções de 1 kg ou 500 gramas, ideais para quem quer manter a reeducação alimentar mesmo quando almoça no trabalho. A ideia é promover o hábito de levar consigo suas refeições e evitar o consumo de industrializados na rua. A maioria dos pratos fica incrível consumidos na temperatura ambiente e dispensam o reaquecimento. O ARROZ DE LENTILHA COM ESPECIARIAS, um dos pratos mais desintoxicantes da dieta ayurvédica, é uma ótima fonte de fibras e proteínas. Para os que não dispensam proteína animal, o salpicão de frango com iogurte sem lactose é uma ótima pedida. Em São José dos Campos também poderão ser encomendadas quentinhas gourmet de almoço, cujo menu será sazonal: o mercado e a disponibilidade ditam o que será servido, para que tudo seja o mais fresco possível.

Arroz de Lentilhas Desintoxicante
Arroz de Lentilhas Desintoxicante

A Chef conta ainda com um serviço personalizado de acordo com o gosto do cliente, voltado para organização de pequenas festas ou eventos de finger food. Bolos de aniversário sem glúten e sem lactose, cujas receitas serão elaboradas junto com o cliente; além de trufas funcionais, azeites aromatizados, entre outras delícias. A linha Fe Seabra Detox, além de fornecer comida saudável, quer promover educação em qualidade de vida. Em breve a Chef organizará workshops com aulas de leites vegetais, pães e bolos. Aguardem!

 

Por Fernanda Seabra
Consultora de Gastronomia e Ayurveda

Fe Seabra

Pompadour – Não sai da cabeça do homem moderno.

Por Daniel Tognolli
Barbearia do Barão

Um corte de cabelo que está muito em evidência na cabeça dos homens é o famoso Pompadour, que se trata de um volumoso topete, com as laterais penteadas para trás ou raspadas.

Não se engane pensando que se trata de um corte novo, muito pelo contrário, este corte começou a ser usado há muito tempo pelos “nobres” das cortes do mundo todo – inclusive mulheres. Nos anos 50 virou febre por ser adotado por ídolos da época como James Dean e principalmente pelo rei do rock Elvis Presley que foi um fanático usuário do corte, pouco depois voltou a tomar força por ser usado por John Travolta.
Podemos afirmar então que se trata de um corte “atemporal”, entre altos e baixos nunca sai de moda.

James Dean, Elvis Presley e John Travolta
James Dean, Elvis Presley e John Travolta

O Pompadour é um corte eclético, cai bem em diversos tipos de rosto e pode ser feito num estilo moderno ou mais retrô. Quem quiser ter um corte desse precisa ter paciência, pois é necessário deixar a franja do cabelo crescer bastante. Na lateral e na parte de trás você pode optar por deixar mais raspado em estilo degradê, dando um resultado bem atual ou também cortando apenas na tesoura, assim ficará um pouco maior e terá um ar retrô. A parte de cima da para brincar bastante, mas é sempre necessário utilizar uma boa pomada fixadora para fazer e manter o penteado.

Clientes da Barbearia do Barão
Clientes da Barbearia do Barão

Está aí uma bela dica de penteado moderno e que é tendencia mundial.
O Pompadour voltou para ficar de vez na cabeça do homem moderno!

 

Daniel Tognolli é proprietário da Barbearia do Barão.
Rua Aristides Friggi, 66 – Vila Ema – São José dos Campos – SP
(12) 3204-8753 | www.facebook.com/barbeariadobarao

CAMDEN HOUSE: Bem vindos ao Gastropub!

Por Fernanda Seabra
Consultora de Gastronomia e Ayurveda

Há 25 anos, em Londres, o primeiro gastropub do mundo foi inaugurado com a proposta de servir comida boa e moderninha para os fiéis clientes acostumados com as excelentes Ales inglesas. Era o “The Eagle”, dos sócios David Eyre e Mike Belben. O conceito era inovador e logo os gastropubs se espalharam pelo mundo. A ideia de repaginar clássicos como o Fish n’Chips, Scottish Egg (o famoso bolovo) e Shepherd’s Pie (uma torta de batata e carneiro gratinada) finalmente aterrissou no Brasil com o Camden House Gastropub.

Localizado num endereço descolado do Itaim Bibi, a casa vai agradar ao público gourmet do Vale do Paraíba, que certamente não se arrependerá de encarar a Dutra em um sábado de tarde para comer e beber bem.

Camden Fish n' Chips
A bela apresentação do Fish N’Chips do Camden House

Fui conhecer a casa numa noite fria e chuvosa de quinta. Com uma lotação média por conta dos fenômenos da natureza, o atendimento estava extremamente atencioso. Sem dúvida o atendimento é um dos pontos positivos do pub. Dividi uma porção de Fish N’Chips com meu acompanhante e, apesar de preferir empanamentos mais crocantes, achei o peixe suculento, as batatas sequinhas e o purê de ervilhas bem refrescante.

A oferta mais em conta de chopp é o Burgman Pilsen (R$ 15,00 por 325 ml) e a mais salgada o Extra Special Bitter inglês (R$ 27,00 por 500 ml). Tem a boa e velha Heineken em garrafa, Fuller’s Honey Dew Organic Ale e cervejas sazonais.

As sobremesas da casa são um espetáculo à parte: o sorvete de macadâmia feito na casa é imperdível, assim como o Sticky Toffee Pudding (sensacional bolo de tâmara com calda de caramelo e sorvete de baunilha da casa) e o Iced Berry White Lava Cake (bolo cremoso de chocolate branco com sorbet fantástico de frutas vermelhas!).

Croquetes de rabada cozidas em stout com molho barbecue artesanal por R$29,00

Para não dizer que tudo são flores no Camden; eu senti falta do lado pub do local (que inclina muito mais para o lado gastro!). Senti falta de uma atmosfera mais dark e um toque de informalidade no salão que, diga-se de passagem, é muito bonito. De quinze em quinze dias, rola um “pub quiz” de cultura geral às terças e a mesa campeã ganha um vale consumo de R$100,00. Como eu estou entrando de férias, vou lá tentar a sorte…

As torneiras impressionam no bar do Camden
As torneiras impressionam no bar do Camden

 

Camden House
Rua Manoel Guedes 243, Itaim Bibi, São Paulo.
Telefone: (11) 2369-0488

Os segredos gastronômicos de Santo Antônio do Pinhal

Por Fernanda Seabra
Consultora de Gastronomia e Ayurveda

O inverno está chegando com tudo e, nessa época do ano, quase todo mundo sobe para Campos do Jordão – a cidade mais badalada da Mantiqueira – em busca de boa comida, boas cervejas e bons vinhos. É bem difícil conseguir desde vaga para estacionar o carro até uma mesa no Baden Baden de tarde aos sábados. Todo esse movimento não agrada tanto àqueles que buscam um pouquinho mais de sossego. Para os que curtem tranquilidade, a vizinha menos famosa de Campos do Jordão, a agradabilíssima Santo Antônio do Pinhal, tem muitos segredos a serem descobertos.

Logo na entrada da cidade as placas indicando a entrada do Restaurante Arco-Íris chamam bastante atenção. Para quem gosta de truta, não existe local melhor (quem não conhece ou acha que não gosta de truta corre o risco de passar a gostar!). Os pratos de truta podem ser servidos com a truta fresca ou defumada – minha preferida – com uma série de acompanhamentos deliciosos como risotos, purê de cenoura, pinhão, molhos de frutas e etc. O local é perfeito para grupos de amigos que querem tomar uma cerveja em um local lindíssimo, casais e famílias. Para as moças que gostam de tirar fotos já aviso: prepare o celular porque o cenário é deslumbrante! Os lagos do Arco-Íris dão um toque especial ao local que foi eleito o melhor restaurante de truta da nossa região pela imprensa especializada.

stoantonio

Com uma proposta mais formal em um ambiente igualmente encantador, o restaurante Donna Pinha merece o título de melhor da Mantiqueira. Comandado pela Chef Anouk Vasconcelos Rosa, que dá preferência a produtos dos agricultores locais, todos os pratos do Donna Pinha chegam à mesa super perfumados, perfeitamente decorados e deliciosos! O couvert, servido com pães feitos na casa (coisa rara hoje em dia!), vem com oito tipos de patês e é uma ótima pedida para despertar o apetite, acompanhado por uma boa cerveja ou um bom vinho. O grande destaque da casa, no entanto, é a linguiça de truta servida na pedra. O Donna Pinha é associado ao Slow Food Brasil, um movimento internacional, que aqui no Brasil já conta com muitos adeptos. O Slow Food é uma tentativa dos chefs de cozinha de resgatar a comida de verdade, estimulando os produtores locais no cultivo de orgânicos. Sem dúvida, comer com prazer e sem pressa é a melhor pedida em Santo Antônio do Pinhal.

Conheça mais sobre o trablho de Fernanda Seabra no:
www.facebook.com/feseabradetox

Colcci Cut

Por No Estilo

Uma tarde especialmente dedicada aos homens na Colcci chama atenção
no Colinas Shopping em São José dos Campos-SP.

 

Nesta última quinta feira uma ação voltada aos homens intitulada Colcci Cut, promovida pela Colcci Colinas em parceria com a Barbearia do Barão chamou a atenção dos frequentadores do Colinas Shopping em São José dos Campos-SP e o No Estilo registrou tudo para você.

Na ação uma mini barbearia foi montada de forma ousada na vitrine da loja, algo que não poderia passar despercebido por quem passava pelo local. Além do “trato” no visual pelo talentoso barbeiro Alisson Braga, a ação ofereceu petiscos, bebida, sorteio de brindes e promoções especiais nos produtos masculinos da loja.

CUT_capa

Segundo a gerência da loja, no momento econômico atípico pelo qual passamos, é preciso abusar da criatividade para atrair os clientes, não podemos ficar esperando apenas as datas sazonais para fazer ações promocionais.

Apesar do evento ser voltado ao público masculino as mulheres não ficaram de fora. Com o dia dos namorados chegando algumas levaram seus namorados na loja, aproveitaram para dar uma discreta olhada em algum presente para ele e menos discretamente insinuar o que poderia ser seu presente no próximo dia 12. Espertinhas…

Homens, não subestimem a astúcia de sua mulher!

Confira o que rolou no evento:

A Colcci Colinas fica no piso térreo do Colinas Shopping em São José dos Campos – SP.
A Barbearia do Barão fica na R. Aristides Friggi, 66, Vila Ema, São José dos Campos – SP.

Casa Cor SP 2016

Estará acontecendo até dia 10 de julho de 2016 a CASA COR, reconhecida como a maior e melhor mostra de arquitetura, decoração e paisagismo das Américas. O evento reúne, anualmente, renomados arquitetos, decoradores e paisagistas e neste ano de 2016 a CASA COR completa 30 anos de celebração à casa, convidando, nesta edição comemorativa, arquitetos, designers e paisagistas a pensarem a casa como espaço de celebração da vida.

Em um dos espaços mais charmosos e icônicos de São Paulo, o Jockey Clube, a mostra traz uma grande novidade, a utilização do prédio do Ambulatório do Jockey.

 Ambulatorio02

Construído no início do século 20 pelo arquiteto francês Henri Paul Pierre Sajous, o prédio foi restaurado para uso da CASA COR e, a partir de 2017, será entregue para uso do Jockey Club, reafirmando o compromisso com a valorização do patrimônio histórico – uma das missões da mostra.

Ambulatorio01

Confira alguns dos ambientes expostos:

Pavilhão da Recepção
Arquiteto: Otto Felix  
AMB_OttoFelix
O ambiente de 75 m² abre a principal mostra de decoração da América Latina apresentando a arquitetura desconstruída como parte essencial da decoração e do conceito do espaço. Ou seja, a estrutura da casa desenvolvida pelo arquiteto campineiro integra o visual do espaço de forma natural e bela. Pelo lado de fora, as formas desiguais da construção cobertas por placas de titânio, que podem variar em tons de cinza de acordo com a luz do dia, chamam a atenção pela ousadia e irreverência. Dividido em três ambientes, os visitantes poderão conferir um espaço equilibrado. É lá também que os profissionais de imprensa poderão trocar figurinhas, realizar entrevistas ou mesmo descansar um pouco em uma das peças assinadas que ambientarão o lugar. Logo na entrada, os visitantes compram seus bilhetes e têm a opção de guardar os pertences para curtir a mostra com mais tranquilidade.

 Terraço
Arquitetas: Andrea Teixeira e Fernanda Negrelli
AMB_AndreaTeixeiraeFernandaNegrelli
Natural e elegante, o ambiente de 36 m² com ares de gazebo de inverno teve como inspiração o charme e o aconchego que a natureza traz em suas diversas estações do ano. Do uso de cores neutras aliadas ao dourado fosco, da vidraçaria que envolve todo o ambiente à marcenaria, o espaço é acolhedor e convidativo. Uma deliciosa lareira centralizada garante a harmonia perfeita nos dias mais frios. Com grande incidência de luz natural, o paisagismo contrasta com a modernidade e os tons sóbrios do ambiente, que conta com plantas nativas e uma linda estante flutuante. 

Sala Íntima
Arquiteto: Alexandre Dal Fabbro  AMB_AlexandreDalFabro
Com uma sala que traduz o verdadeiro sentido de conforto e funcionalidade, Alexandre Dal Fabbro iniciou seu primeiro projeto na CASA COR, a Sala Íntima, um espaço de 21 m² inspirado no Rio de Janeiro e composto por uma decoração leve e neutra, que vai do areia ao cinza. Conceitual, Alexandre escolheu para o projeto uma peça multifuncional que pode atuar tanto como aparador, biblioteca e lareira quanto como um apoio ou bancada para computador. Entretanto, o real protagonista do ambiente é o grande e despojado sofá Montenapoleone, idealizado para aqueles momentos de lazer com os amigos ou mesmo para um dia de preguiça. Sobre a arquitetura, embora o projeto começasse com o desafio de produzir um ambiente em meio a quatro vigas, Alexandre optou por não negar esse elemento estrutural, e o incorporou ao projeto, produzindo um jogo de volumes aliado ao pé-direito alto na maior parte do espaço.

Casa Braile
Arquiteto: Leo Romano  AMB_LeoRomano
Autêntica e autoral, a Casa Braile, de Leo Romano, é uma celebração aos sentidos. O destaque são os painéis de alumínio microperfurados que envelopam teto e paredes, com o dizer “Lembre-se de esquecer”, colocando o visitante no universo do braile. Compõem o ambiente texturas diversas e muitas gradações da cor rosa, tanto na decoração quanto nos móveis – muitos deles pertencentes à nova coleção desenhada por Romano e batizada de Bailarina. Como recurso cênico, a superfície é retroiluminada e a paleta de cores definida por gradações de rosa passeia por móveis, tapetes, objetos, paredes e teto. 

Estúdio Jabuticaba
Arquiteto: Nildo José
AMB_NildoJose
O protagonista desse loft de 43 m² é um banco multifuncional de concreto que percorre todo o perímetro do espaço. Ao entrar, serve como chapelaria, depois, como aparador, prateleira, banco da mesa de jantar e apoio de lenha da lareira. A paleta de cor varia entre o cinza, o rosé, o preto e o nude da madeira canadense, que vai do piso sem rodapés até a metade da parede, dando a sensação de continuidade e amplitude. O nome escolhido para o ambiente é em homenagem a um exemplar da jabuticabeira suspensa por cabos de aço e envolvida pela técnica japonesa chamada kokedama.

Cozinha Essencial
Arquiteta: Marilia Pellegrini  
AMB_MariliaPellegrini
Esse espaço teve inspiração na cozinha dinamarquesa. O uso de madeira, superfícies brancas, muita luz natural (nesse caso simulada atrávés de um backlight) e um desenho minimalista, unidos ao conceito da “cozinha de conversação”, traduzido da palavra “cozinha” para os povos escandinavos, resultou num espaço versátil, funcional e sem muitos elementos, contendo o estritamente necessário para o uso de uma cozinha e uma lavanderia na casa nos tempos atuais. O uso do bambu (madeira com alto potencial de reflorestamento) como protagonista nos revestimentos de piso e nos armários, agregado ao emprego de lâmpadas de led, equipamentos de baixo consumo de energia e até uma pequena horta, reforça o conceito de sustentabilidade, hoje condição primordial em qualquer projeto de arquitetura e interiores.

Vagão de Trem
Arquiteto: Léo Shehtman  
AMB_LeoShehtman
Utilizando um vagão de trem da antiga Estrada de Ferro Sorocabana, o arquiteto Léo Shehtman projetou um lounge minimalista e funcional. A intenção é que o vagão seja visto como um módulo, permitindo que a construção tenha tempo e custos reduzidos em relação às construções tradicionais, além de contribuir com o meio ambiente, utilizando materiais reciclados que fazem parte do conceito do projeto: recuperar os componentes industriais e explorar soluções construtivas inovadoras. A escolha pelo glamour do estilo ganha peso com o ano de fabricação do veículo (1945) e harmoniza

SERVIÇO CASA COR SÃO PAULO 2016
17 de maio a 10 de julho de 2016.
Terça à quinta das 12h às 21h.
Sexta, sábado e feriados das 12h às 21h30.
Domingo das 12h às 20h.
Jockey Club de São Paulo – Av. Lineu de Paula Machado, 775 – Cidade Jardim – SP

Democratização da Moda

Por No Estilo

Será que um consumidor de grife continua comprando uma marca que estará vestindo milhares de pessoas pelas ruas?

Coleção assinada por Francisco Costa da Calvin Klein para a C&A.

Peças criadas por renomados estilistas internacionais, estampas atuais, acabamento perfeito – ou nem sempre – em lojas de departamento, vendidas por preços acessíveis ao alcance de todos.

Isto vem acontecendo desde 2010 no Brasil, renomados estilistas assinando coleções para lojas de departamentos. Mas o que leva um estilista a expor sua marca assim? Alcançar maior número de pessoas? Difundir seu produto?

Uma das primeiras grandes estilistas a fazer isso no mundo foi Stella McCartney que assinou uma coleção para a C&A, Oskar Metsavaht, da Osklen, Cris Barros até Versace também vêm assinando coleções da Riachuelo, Francisco Costa, da Calvim Klein, Roberto Cavalli e este mês, também para a C&A, Alexandre Herchcovitch lançou uma coleção onde há até vestidos de noiva por preço muito popular.

02

Ora, a intenção de se vender algo para um público premium sempre foi oferecer exclusividade. Nas lojas de grife você dificilmente encontra uma grade completa de uma peça, muito menos 2 peças com a mesma numeração justamente para seu cliente não correr o risco de encontrar outra pessoa com a mesma roupa na qual ela pagou bem caro. Então fica meio contraditória essa nova tendência dos estilistas colocarem seus nomes em lojas populares.

Será que um comprador de grife continua comprando uma marca que estará vestindo milhares de pessoas pelas ruas?

Será que isso não pode ser um tiro no pé para quem assina?

Por enquanto parece que os grandes nomes continuam seduzidos pelo populismo ou pelo grande ganho financeiro envolvido.

Fast Fashion

Por No Estilo

Algumas marcas no Brasil já estão adotando o conceito de Fast Fashion, que já é adotado na Europa há algum tempo. Chegam a lançar novos produtos até diariamente.

Atualmente, como em muitas outras áreas, a moda vem ganhando cada vez mais velocidade, as tendências caem com maior rapidez, a cada estação trocam-se os conceitos e estamos vendo cada vez mais frequentemente as “viradas” a cada estação mesmo e não juntando outono/inverno ou primavera/verão como era mais comum.

01

Este fenômeno se deve, não só à velocidade da informação cada vez maior e mais acessível, mas também pelo apetite voraz do comércio em querer que o que acabou de ser vendido torne-se obsoleto para que o cliente queira comprar a nova “tendência” que se tornará obsoleta em menos de 3 meses.

Algumas marcas no Brasil já estão adotando o conceito de Fast Fashion, que já é adotado na Europa há algum tempo. Chegam a lançar novos produtos ou estampas, trocar conceitos de coleção semanalmente e tem até as que têm lançamentos diários como a Arezzo vem fazendo. Esta estratégia vem para manter as lojas o tempo todo abastecidas com novidades para seus clientes.

02

A velocidade também traz alguns efeitos que podem ser negativos como uma menor disponibilidade de variedade de numeração e cores para todas as lojas, a necessidade de que os vendedores acompanhem essa agilidade, pois se perder a venda pode não ter outra chance.

A questão que fica é: Será que com essa velocidade toda, a qualidade das peças consegue se manter?
Não somente a qualidade do material ou da fabricação, mas a qualidade da criação, do design e da concepção do produto.

Elena Galceron Regalos lança Catálogo de Vendas

A empresária Elena Galeron comemorou em grande estilo o primeiro aniversário da Elena Galceron Regalos. O No Estilo cobriu esse luxuoso coquetel que aconteceu no dia 21 de outubro de 2015 em uma casa de eventos em São José dos Campos-SP que contou com a presença de autoridades, empresários, imprensa e membros da sociedade.

Além de comemorar o 1º aniversário da empresa, o evento foi também para anunciar o lançamento do seu Catálogo Produtos para venda em todo o Brasil, o sucesso de sua loja virtual e anunciar também a inauguração de uma nova loja na cidade de Taubaté.

Confira o vídeo:

Pelo visto a empresa está de “vento em popa”…  Muito sucesso Elena, você merece!

Conheça a loja virtual Elena Galceron Regalos
www.lojaelenagalceron.com.br

Sua casa, sua alma

Dicas de decoração para transformar sua casa em uma extensão de você mesmo com muito estilo.

A decoração de sua casa reflete a sua personalidade, desde a cor das paredes até objetos, móveis, suas distribuições têm tudo a ver com a pessoa que você é e seu estilo de vida. Na maioria das vezes já fazemos isso intuitivamente, segundo o analista James Hillman (1926) “Existe relação entre nossos hábitos e nossas habitações, entre o interior de nossas vidas e o dos lugares onde vivemos”.

Então porque não assumir de vez e transformar sua casa numa extensão de você com muita personalidade e estilo?

suacasa 00 destaque

Para fazer isso comece com uma pesquisa básica mergulhando fundo em tudo q te inspira, música, filmes, moda, estilos de época etc. Separe o que encontrar, recortes, arquivos de internet e comece a selecionar as coisas que tenham maior significado para você, maior relação com sua história de vida.

Com todo esse material comece um brainstorm de palavras que resumam seu estilo de vida. Por exemplo: clássico, romântico, frenético, rústico, rock n roll etc. Aí tente chegar a uma definição de seu estilo como “moderno e frenético” ou “romântico anos 50”.

Se você tem um estilo frenético significa que sua decoração deve ser mais funcional, pois na correria não para perder muito tempo procurando roupa por exemplo ou buscando mantimentos em outro ambiente porque optou por uma cozinha tão minimalista que não há armários.

suacasa 04

Com seu estilo definido e as imagens que representam sua vida imagine o tipo de decoração que se enquadre melhor, as cores texturas e comece a buscar objetos que remetam a isso. Quadros, posters, livros, objetos de época como vitrolas ou um moderno player digital, uma tv ultra moderna ou uma vintage. Tecidos e suas estampas para almofadas, estofados ou cortinas fazem toda a diferença. Busque elementos que se harmonizem entre si e nunca perca a ligação com a definição inicial de seu estilo.

Veja alguns exemplos de harmonização entre objetos e os outros elementos dentro de um estilo definido:

5 dicas de decoração para usar cores em ambientes

Iniciando uma bela parceria com a revista Casa Vale, trouxemos uma matéria muito interessante que saiu na última edição da revista. Confira!

Por Revista Casa Vale / BG Comunicação

Todo espaço pode ser renovado apenas com um toque de cor. Porém, é preciso ter bom senso para não deixar o ambiente cansativo e com muita informação.

Revista Casa Vale 67

Pensando nisso, listamos abaixo cinco dicas de decoração para você colorir a sua casa ou escritório sem exagerar na hora de modernizar o ambiente.

1- Cada cor com seu significado
Acredite ou não, cada cor passa uma sensação específica. De acordo com o Feng Shui, o efeito das cores é simbólico, terapêutico e repleto de energias e sensações. Por isso, vale a pena pesquisar antes de incluir uma cor no ambiente e também contatar um profissional que consiga avaliar melhor o que ficaria bom ou não no projeto.

2- Toque de modernidade
O uso de cores em um ambiente tende a deixar o espaço moderno e mais agradável. Alguns tons passam uma sensação de bem estar e paz, como é o caso do azul, que traz a sensação de tranquilidade e é recomendado para um ambiente de trabalho, por exemplo.

3- Misturando cores neutras com cores vivas
Um segredo para incluir cores em um ambiente, de forma moderna, é mesclar tons neutros como preto e branco com cores vivas, como vermelho, laranja e amarelo. Essa mistura é bem-vinda, apresentando um toque contemporâneo ao espaço.

4- Combinando tons: é preciso ter harmonia
Como mencionado acima, é válido misturar cores neutras com cores vivas. No entanto, elas precisam conversar entre si e devem ser incluídas no ambiente de forma que o resultado não fique cansativo e exagerado. Use o bom senso na hora da escolha.

5- Inclua cores nos detalhes
Hoje em dia, não é necessário pintar uma parede para modernizar o ambiente. Pelo contrário; a tendência é colocar as cores em objetos e detalhes da decoração. Você pode dar mais vida a um espaço incluindo uma cor mais forte em tapetes e quadros.

Revista Casa Vale 67 capa

www.revistacasavale.com.br

Rosa Quartz

Aproveitando o Outubro Rosa, vamos falar da cor do momento, Rosa Quartz.

De onde vêm essas tais “tendências” de cores na moda?

As tendências de cores normalmente vêm de estudos feitos para os grandes estilistas, que naturalmente querem inovar e muitas vezes chocar com novidades.

RQuartz 01

Ao exibir essas cores em seus desfiles, imediatamente viram tendência no mundo todo. Quando isso acontece logo em seguida quase todas as grandes marcas, para não contradizer o “grande nome” que a lançou, usam as mesmas cores espalhando-as por lojas em todo o mundo.

Depois de um tempo as lojas de departamento aderem ao que era tendência mas neste ponto já virou moda, muito rapidamente estarão em todas as lojas mais populares e por todo lado nas ruas. Aí chegou a hora de lançar uma nova tendência, afinal quem pagou muito caro para usar uma roupa ousada e atual não quer ver roupas parecidas por todo lado, não é?

A Pantone, empresa considerada “A” autoridade em cores, lançou o PANTONEVIEW Colour Planner Summer 2016, catálogo onde sugere as cores que serão utilizadas não só na moda mas em produtos de beleza, decoração etc.

RQuartz 05

Seguindo um movimento mundial em diversos segmentos que adere ao “natural”, a Pantone destacou 10 cores, mais suaves e que remetem a natureza. Entre estas está a Rose Quartz, inspirada na pedra Quartzo Rosa e que já recebeu o nome em português de Rosa Quartz.

A Vogue que por sua vez é outra autoridade e dita as tendências na moda, elegeu esta cor entre as 10 em destaque como a cor do próximo verão na Europa, automaticamente tornou-se a cor do momento em todo o mundo.

RQuartz 04

Na composição dos looks, tanto feminino quanto masculino, ela pode ser usada de forma sóbria, combinando com preto, branco ou jeans mas também de uma forma mais ousada, combinada com cores mais destoantes e fortes.

Experimente, sinta a vibração da cor!

Texto inspirado no post de Estilosos no Metrô  |  Fontes: vogue.com.br – pantone.com