Os segredos gastronômicos de Santo Antônio do Pinhal

Por Fernanda Seabra
Consultora de Gastronomia e Ayurveda

O inverno está chegando com tudo e, nessa época do ano, quase todo mundo sobe para Campos do Jordão – a cidade mais badalada da Mantiqueira – em busca de boa comida, boas cervejas e bons vinhos. É bem difícil conseguir desde vaga para estacionar o carro até uma mesa no Baden Baden de tarde aos sábados. Todo esse movimento não agrada tanto àqueles que buscam um pouquinho mais de sossego. Para os que curtem tranquilidade, a vizinha menos famosa de Campos do Jordão, a agradabilíssima Santo Antônio do Pinhal, tem muitos segredos a serem descobertos.

Logo na entrada da cidade as placas indicando a entrada do Restaurante Arco-Íris chamam bastante atenção. Para quem gosta de truta, não existe local melhor (quem não conhece ou acha que não gosta de truta corre o risco de passar a gostar!). Os pratos de truta podem ser servidos com a truta fresca ou defumada – minha preferida – com uma série de acompanhamentos deliciosos como risotos, purê de cenoura, pinhão, molhos de frutas e etc. O local é perfeito para grupos de amigos que querem tomar uma cerveja em um local lindíssimo, casais e famílias. Para as moças que gostam de tirar fotos já aviso: prepare o celular porque o cenário é deslumbrante! Os lagos do Arco-Íris dão um toque especial ao local que foi eleito o melhor restaurante de truta da nossa região pela imprensa especializada.

stoantonio

Com uma proposta mais formal em um ambiente igualmente encantador, o restaurante Donna Pinha merece o título de melhor da Mantiqueira. Comandado pela Chef Anouk Vasconcelos Rosa, que dá preferência a produtos dos agricultores locais, todos os pratos do Donna Pinha chegam à mesa super perfumados, perfeitamente decorados e deliciosos! O couvert, servido com pães feitos na casa (coisa rara hoje em dia!), vem com oito tipos de patês e é uma ótima pedida para despertar o apetite, acompanhado por uma boa cerveja ou um bom vinho. O grande destaque da casa, no entanto, é a linguiça de truta servida na pedra. O Donna Pinha é associado ao Slow Food Brasil, um movimento internacional, que aqui no Brasil já conta com muitos adeptos. O Slow Food é uma tentativa dos chefs de cozinha de resgatar a comida de verdade, estimulando os produtores locais no cultivo de orgânicos. Sem dúvida, comer com prazer e sem pressa é a melhor pedida em Santo Antônio do Pinhal.

Conheça mais sobre o trablho de Fernanda Seabra no:
www.facebook.com/feseabradetox

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *